sábado, 3 de setembro de 2011

9 meses sem meu Thadeuzinho...

Hoje acordei sem vontade nenhuma de levantar, sem vontade nenhuma de viver, mesmo sabendo que de nada vai adiantar, nada vai mudar a minha realidade.
Penso naquele maldito final de tarde , nove meses atrás,  no momento terrível da notícia que destruiu a  minha vida.
Você partiu Thadeuzinho, partiu sem se despedir , levando com consigo todos os meu sonhos, sim, porque todos os meus sonhos e projetos eram para você meu filho, e justamente quando eles estavam prestes a se tornar realidade, você foi embora. 
Quanta saudade meu filho...Como é ruim ter que ficar aqui e ainda por cima ser praticamente obrigada a levar uma vida "normal", por que todos insistem em  dizer que " a vida continua " e o fato, é que eles estão certos, infelizmente continua mesmo, independente da nossa vontade, e pensar nisso é ainda pior, por que o vazio de continuar sem você é terrível, outro dia li em um artigo que a vida não "continua", ela recomeça sem aquela pessoa e com uma história interrompida.
É verdade, e diante disso eu pergunto, que vida? Que sentido pode ter a vida de uma mãe que perde  seu único filho? Que projetos ainda posso ter meu Deus ? Que alegrias ? O que ainda posso festejar sem você ?
Como tá difícil ficar aqui sem ouvir a sua risada,  suas tiradas engraçadas  e ingênuas...Meu filho , você é um menino grande, um coração que não cabe no peito, tamanha a generosidade , as vezes parece uma criança...
Ô Thadeuzinho, por que que você foi embora ? Que falta você faz meu filho...Não consigo me acostumar, se pelo menos eu sonhasse com você meu amor..Mas nem isso.
Me perdoe meu filho mas hoje estou tão sem esperanças. Tenho que seguir por aqui meu querido, não posso correr o risco de me afastar ainda mais de você tentando encontrá-lo agora, vou ficando e  contando os dias, que graças a Deus estão passando muito rápidos, pedindo a Jesus que cuide de você e que Maria  sossegue o seu coraçãozinho por mim, enquanto espero com resignação o dia feliz do nosso reencontro.
Vou te abraçar tanto meu filho, que só em pensar já acalma o meu coração, só peço a Ele que não demore muito.
 Deus te abençoe meu anjo.
 EU TE AMO MUITO.

12 comentários:

Marian disse...

¡Me has hecho llorar! ¡Muchas gracias!
Que Dios te bendiga y te fortalezca.
Un abrazo.

Rebeca Coimbra disse...

Olá amiga...tem dias q queremos nos interrar na cama e não sair de lá..vontade de morrer de uma vez e reencontrarmos logo nossos amores..mas toda esta tristeza, esse desanimo com certeza deixa teu Thadeuzinho triste, se sentindo incapaz de poder te ajudar de alguma forma...eu sei, infelizmente eu sei o quanto é difiçil suportar esta dor o tempo inteiro e por um tempo que agente não sabe quanto irá durar, mas precisamos suporta-la por eles, porque minha flor eles tb sofrem, eles tb sentem muita saudade da gente...e eles não merecem sofrer não é??então tente ficar melhorzinha por ele, somente por ele..toda vez q tenho vontade chorar e chorar, e nunca mais acordar se não for pra acordar do lado do meu Kauã, penso "meu filho não merece, não pode sofrer nada mais, preciso me animar, por ele.." Tento não pensar por quanto tempo ficarei longe dele, penso "só mais um dia"
Fica melhor amiga beijos te cuida..e força!!por ele!

Ilca Santos disse...

Régia querida, desculpe a demora em vir te visitar, gosto de retribuir todas as minhas visitas mas às vezes demoro para aparecer, e confesso que ando um pouco sem ânimo, nem os comentários do meu último post ainda não consegui responder, costumo responder todos e sempre peço que voltem para ler.
Quero que você saiba que fico muito feliz com sua presença em meu blog e sou muito grata por sua amizade e por seu apoio, me prestigiando sempre com seus carinhosos comentários.
Amiga, sei que hoje o dia é bem mais triste e mais dolorido para você, cheio de saudades e lembranças do seu querido filhinho, é muito difícil, e a nossa dor só aumenta na medida que o tempo passa, falo por mim pois já faz um ano e três meses que a minha Thais partiu e parece que foi ontem, cada vez dói mais e mais, e confesso que tenho fraquejado muitas vezes, antes eu até me sentia mais forte, costumo dizer que a ficha ainda não havia caído totalmente, só agora é que estou sentindo a triste realidade em que me encontro, sem a minha filha me sinto na maior solidão, tenho o meu querido filho Thiago comigo e o seu amor e a sua presença é tudo que tenho hoje, é a minha razão de viver agora e por ele procuro encontrar forças, mas um filho não substitui o outro, cada um é único e especial. Lamento muito por você e por outras mães que perderam o seu único filho mas acredite, a nossa dor é a mesma.
Mas, como dizem, a vida continua... e temos que seguir tentando aprender a conviver com essa dor profunda e com esse imenso vazio que nossos filhos deixaram em nossas vidas, e vamos continuar trilhando a nossa árdua estrada, vivendo um dia de cada vez, até que chegue o tão esperado dia do nosso reencontro.
Amiga querida, há momentos em que perdemos tudo, perdemos até a esperança, mas não podemos desistir da nossa luta, temos que prosseguir sobretudo, por amor aos nossos queridos filhos.
Siga em frente, minha amiga, não desanime.
Que Deus te abençoe e te guie sempre, e que a cada dia renove mais as suas forças e a sua fé!
Um beijo em seu coração!

Amigos Solidários na dor do luto RJ disse...

Régia...DEUS TE ABENÇOE E TE DÊ TODA A FORÇA NECESSÁRIA PARA SOBREVIVER A ESTA DOR SEM FIM!
TENHA CERTEZA QUE SEU THADEUZINHO ESTÁ EM UM PLANO MUITO MELHOR DO QUE NÓS.SEI QUE NÃO ADIANTA FALAR ISTO OU AQUILO,ESSA DOR SÓ VC SABE COMO TEM SIDO,A AUSÊNCIA É COMPANHEIRA DA SAUDADE,POR ISSO NUNCA PASSA!MAS É AMENIZADA POR NOSSO DEUS!TEMOS UMA MISSÃO A CUMPRIR, A DO THADEU TERMINOU E A SUA,A NOSSA... AINDA CONTINUA.SAIBA QUE NADA É PARA SEMPRE E QUE O MOMENTO PRESENTE É INEVITÁVEL...MAS...TERÁS FORÇAS,EU CREIO.BJS FICA NA PAZ E NA LUZ!

Miguel de la T.P. disse...

Buenos días mis amigos, la mañana despierta nublosa y mi corazón recibe la visita de los amigos virtuales, de los amigos que en la distancia sufren y siente la pena la tristeza y ahogo.
En estos días de agosto en España, concretamente en Madrid estuvo nuestro Santo Padre el Papa, mi corazón estuvo presente en su visita y lo pedí por todos y en especial por todos los que sufrimos y en mis oraciones estabais vosotros. Mis amigos animo y a seguir hacia adelante. Un abrazo desde Jaén, una pequeña ciudad del sur de España

Aline disse...

Olá, amiga, todos os dias são difíceis para nós, mas realmente certas datas machucam ainda mais o nosso coração. Tem dias que também fico assim, se pudesse nem levantaria da cama, mas tem algo que parece que nos move, e nos faz buscar forças não sei de onde para continuarmos. Creio que seja a esperança que temos no reencontro, e o desejo que nossos filhos fiquem bem e não sofram por nós. E Deus, é claro, com Sua infinita misericórdia nos sustenta a cada dia.
Abraços, amiga, e tenha uma semana de paz!

Maria José Rezende disse...

Amiga. Sou solidária à sua dor, pois como sabe, também perdi minha única filha. Mas saiba que a morte não existe. Eles apenas fizeram a passagem para outro plano, outra esfera. E como nós, estão vivos e evoluindo. Tenha fé. Beijos.

JOSI disse...

Regia eu costumo dizer nos sabemos exatamente a dor da outro o tamanho a imensidão que é nosso sofrimento quando parte de nossas vidas é arancada
com a partida de nossos anjos.Só nos resta PEDIR FORÇAS Deus e nos consolar uma com as outras. Como você mesma diz a vida não continua recomeça faltando uma emorme parte da historia ou quem sabe uma historia toda.fique com Deus

Marian disse...

Royal; Buenos días.¡Adelante, mucho coraje!
Dios te bendiga.¡Muchas gracias!

Denise disse...

Régia, penso que a dor de ver um filho partir é a maior das dores. Dizer que a vida continua não consola. Sabemos disso e Deus nos dá força para seguir em frente. Acredito que é buscando no outro que encontramos formas de consolo, pois é o consolo que nos ajuda a seguir em frente. Uma forma que encontrei é fazer trabalho voluntário com crianças. A gente transfere nosso amor para esses pequeninos que tanto precisam de carinho. Que Deus te auxilie a encontrar conforto para seu coração. Muita paz!

Liane disse...

Olá Régia, realmente a sensação que sentimos quando nossos amores partiram desse mundo é de que os sonhos que eles tinham também eram os nossos, a alegria, os desejos, a vontade de viver nos entusiasmava. Mas agora ao acordarmos todas as manhãs, é tão difícil e tão pesado tirarmos esse nosso corpo que mais parece um fardo que temos que carregar todos os dias até o momento do nosso reencontro. Mas sabemos que existe um ser superior que nos guia e nos ampara a todo instante. Grata pela sua visita ao blog e pelas suas palavras. Um abraço bem apertado de uma amiga que também vivência a mesma dor.

Anjo meu... disse...

OI RÉGIA!

SOMOS SEGUIDAS POR CICLOS ,ONDE NOS TORNAMOS INCERTAS DO QUE SEREMOS DAQUI UM MINUTO.
TENHO CERTEZA QUE NOSSOS FILHOS NOS ENXERGAM E ASSIM COMO SENTIMOS SAUDADE ELES TAMBÉM.
PRECISAMOS ACREDITAR QUE DEUS NOS DÁ A MÃO EM MOMENTOS COMO ESSE E NOS PERMITE CHORAR...SÓ NÃO PODEMOS DESISTIR ISSO JAMAIS.
RÉGIA ESPERO QUE EM BREVE NOSSOS ABRAÇOS SEJAM DADOS COM TODO CARINHO E SAUDADE QUE DELES SENTIMOS E SERÁ PRA NÓS O DIA PERFEITO, E QUE ASSIM SEJA...